Animais Fantásticos Harry Potter J.K. Rowling Livros

Mais informações (e fotos) sobre as mudanças da segunda fase do Pottermore

Escrito por Renato Delgado

O site The Bookseller entrevistou recentemente duas das principais responsáveis pelo site Pottermore, a diretora executiva, Susan Jurevics, e a diretora de produto, criação e conteúdo, Anna Rafferty. Elas falaram sobre as mudanças radicais que o site sofrerá depois do dia 16 de setembro.

Primeiramente, o principal desejo de mudança veio da troca de público-alvo nessa segunda fase do projeto. Quando o site foi divulgado, a equipe esperava que fosse mais acessado por crianças que começariam a ler “Harry Potter” pela primeira vez. A simplicidade do site, em coletar itens e pontos com jogos, era pensada justamente para os pequenos. Depois de um tempo, percebeu-se que o público atingido era em sua maior parte composta de adultos e meninas.

pottermore-novo3

Logo de cara, haverá uma mudança no design: dessa vez, ele será pensado na atual geração de tecnologia, podendo ser acessado por dispositivos móveis, se ajustando melhor à tela e tendo conteúdo “tocável” e “arrastável”. Na época em que o Pottermore foi concebido e pensado, o iPad ainda não tinha sido lançado e, por isso, o site não foi pensado para tablets e smartphones. Será mais limpo, mais sóbrio e mais, sim, adulto. O logo do Pottermore também sofreu mudanças, redesenhado pela autora J.K. Rowling.

11050090_10153204682798937_640888495460426065_o

Jurevics também promete que os conteúdos escritos por Rowling estarão mais aparentes no site, contrastando com a maneira anterior, escondida dentro dos momentos de um capítulo específico, disponíveis apenas a quem conseguir encontrá-los. Rafferty diz:

Queremos dar aos fãs mais e agora poderemos entregar isso a eles mais rapidamente. O Pottermore vai se transformar em um verdadeiro centro de informação — e será o coração autêntico.

pottermore-novo1

Em relação ao conteúdo, o universo dos sete livros de “Harry Potter” não serão os únicos contemplados: também teremos informações tanto da peça, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, quanto do primeiro filme de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Jurevics comenta:

J.K. Rowling encontra estes corolários no mundo real e evolui o mundo mágico através de muita escrita nova, por exemplo quando ela criou a Copa Mundial de Quadribol. Mas na narrativa muito linear, focada nos livros, que tínhamos, não havia espaço para isso. Ela agora pode escrever conteúdo que é sobre a comunidade mágica de uma visão mais ampliada e não ancorada aos livros.

Rafferty afirmou:

Não é mais uma experiência linear. Não é um livro. Você não lê um website da página inicial ao capítulo um, ao capítulo dois, e precisávamos refletir isso. Haverá centenas de milhares de páginas. É um mundo imersivo, mas um que você pode navegar por dentro.

Serão três vezes mais conteúdo novo que o passado.

pottermore-novo2

O conteúdo do site também será indexado e alcançado por mecanismos de pesquisas. Haverá ainda conteúdo adicional proveniente de diversas fontes, incluindo a distribuidora Warner Bros. e outras franqueadas. Segundo Rafferty, a empresa está trabalhando em conjunto com a editora Bloomsbury, que vai lançar uma edição ilustrada por Jim Kay no próximo mês. O Pottermore também dará oportunidades a outras franqueadas de anunciar seus conteúdos relacionados a “Harry Potter”. Rafferty liderá uma equipe editorial própria do site com a finalidade de estabelecê-lo como o “coração digital do mundo bruxo”, com conteúdo “compartilhável e listável”.

Ainda que uma audiência pequena seja fã da parte um e talvez sinta falta dela, Jurevics disse que está consciente ao momento da mudança:

Estamos trabalhando nisto, mas não é uma decisão arbitrária. Nós arquitetamos com muito cuidado o que estamos fazendo. Não vamos satisfazer todo o usuário que existir, mas estamos cuidando para que sejamos transparentes e comunicativos. […] Alguns fãs gostariam de continuar com o ambiente imersivo e de role-playing, mas sinceramente, há uma infinidade de comunidades potterianas onde eles podem fazer isso.

O Pottermore continuará a vender os livros digitais e os audiolivros de “Harry Potter”, mas essa área estará por um período de tempo igual à atual, pois ainda está em desenvolvimento. O site continuará sendo de graça para ver e usar e até o dia 16 de setembro, será possível baixar um certificado com a sua participação. Ele é personalizável e pode ser imprimido, então não perca tempo!

Sobre o autor

Renato Delgado

Corvinal de coração, Renato se envolve com sites de "Harry Potter" há mais de dez anos e ainda não se cansou deles! Formado em Letras e quase mestre em Linguística, trabalha com revisão de textos e tradução de filmes e séries de TV.