Podcast

Podcast Animagos #5 – Correspondentes do Canon de Snape

Escrito por Igor Moretto

Como disse o sagaz Renato, nesse episódio todos os assuntos se conectam por serem assuntos que sempre dão o que falar no fandom. O Correspondente do Pottermore é um monte de gente? Snape é bom ou mau? O que é considerado canon em “Harry Potter”? Respostas pra todas essas questões estão nesse episódio.

Os anfitriões (desocupados) Igor Moretto (@igorzets) e Renato Delgado (@nato_delgado) discutem questões vitais dentro do fandom da série, comentam os comentários (sic) e dão avisos importantíssimos sobre o sorteio que estamos fazendo em parceria com outros fã-sites e a Lumos!

Você pode ouvir o episódio no player logo abaixo ou fazer o download do .mp3 aqui (botão direito, salvar link como…/salvar link). O episódio também está disponível no iTunes, então você poderá escutá-lo no seu iPhone, iPod ou iPad através do aplicativo Podcasts.

Sobre o sorteio dos fã-sites, veja as informações principais aqui e, caso tenha qualquer outra dúvida, leia o FAQ do concurso aqui.

Deixe seu comentário abaixo, ou envie no nosso Twitter e Facebook para que a gente leia no próximo episódio!

Sobre o autor

Igor Moretto

Igor já trabalhou como tradutor de conteúdo em diversos sites. Hoje, formado em Produção Audiovisual, procura alimentar o Animagos com novidades e é responsável pelo podcast mensal e o Muffliato.

  • Gisele Oliveira

    Olá, pessoal do animagos! Pra mim, canon é aquilo que está nos livros + o que a JK diz em entrevistas, mas não qualquer coisa, somente aquilo que for adicional à série ou uma correção de um possível furo. Outros tipos de mudança que vão de encontro ao que ela já tinha explicitado nos livros eu não aceitaria como canon, pois o que vale é o que ela escreveu naquela época, não o que ela acha hoje, por exemplo, se anos depois ela viesse dizer que a Hermione não era nascida trouxa e sim mestiça, ou que a cicatriz do Harry é em forma de losango e não raio, etc hahaha…
    Discutir personagens com seus próprios criadores é algo bizarro mesmo, a JK sofre com esses amantes do Snape, mas no caso de HP é até mais palpável pq vc pode usar os livros para embasar seus argumentos, muito mais bizarro é o q acontece com star wars, onde o povo quer ser dono da historia e saber mais que o G. Lucas
    PS: perna cambota é perna torta, arqueada ou, como alguns ainda chamam, “perna de alicate”. Kkkkk…eu percebi que o Newt tinha nas primeiras fotos dele que saíram.

  • Julia Alencar

    Olá pessoas, mais um ótimo podcast, parabéns! Que bom que gostaram do meu primeiro comentário. Fiquei muito mais curiosa pra ler o terceiro livro do Cormoran Strike depois do que o Igor falou.
    Tá. Primeira coisa que eu preciso dizer é que estou escrevendo o comentário dia 15/12 então eu ACABEI de ver o trailer de Animais Fantásticos ahduahsduasha queria falar aqui sobre ele, mas claro que será assunto no próximo podcast então deixo pra comentar depois que vocês falarem.
    Bom, eu sempre considerei canon tudo o que sai da boca (ou dedos) da JK Rowling, mas a gente não precisa concordar com 100% que ela diz, ainda mais quando se trata de um personagem, ainda mais quando é um personagem como o Snape. Acho que vai muito de cada um isso. É inegável que ele mudou depois da queda do Voldemort, trabalhando com o Dumbledore e ajudando o Harry, se arriscando o tempo todo… mas EU não acho que isso apague o que ele fez antes. Não sei se deu pra entender muito bem, sei lá não é muito fácil falar sobre o Snape rapidinho assim. O que eu quero dizer é que eu entendo os motivos do Harry ter colocado o nome dele no filho, é a cara do Harry fazer isso, mas não é algo que eu faria.
    Mas não sei se vou considerar a peça canon, acho que não, principalmente se eu não puder ver. Pra falar a verdade não estou nada feliz com essa peça. Mas pra mim Animais Fantásticos é canon sim.
    Eu só lembro da existência do Pottermore quando escuto podcast e vocês falam kkk gostava bastante bem no começo, mas perdi o encanto com o Pottermore faz tempo. Acho que a última coisa que eu li foi o texto sobre os Potter, mas só porque vi o pessoal comentando no twitter.
    Bom, é isso. Até o próximo 🙂

  • Nayara Sevciuc

    Depois de mil anos cá estou, comentando novamente. Minhas considerações sobre este cast:
    – Mundo Mágico é sempre assim, em uma semana sai tudo, até nudes da Umbridge, na outra não sai nada, nem uma imagem.
    – “Eu sou os dois”, eu to rindo altoooo. Realmente, Igor foi muito rápido editando o último cast.
    – Gente, juro que não pedi pra ninguém comentar nem nada HSUHAUHSUAHSUAHS (mas pode me chamar de novo, quando quiserem, eu adorei participar)
    – Concordo, canon é o que ela falou e pronto. Se ela falar alguma coisa depois mudando o que já havia sido dito, acho que a gente tem que ver em que situação ela disse isso. No mundo de Star Wars acontece isso direto, por exemplo, Timothy Zahn foi chamado pela Lucas Films pra escrever sobre o universo expandido de Star Wars, ele apenas não poderia escrever sobre alguém que morreu (trazer de volta) e a história deveria acontecer 5 anos após o Episódio VI. Beleza. Ele escreveu e depois de um tempo a Lucas Films resolveu que essa história não era mais canon, e passou a ser considerado Legends, que eles dizem que o leitor pode ou não considerar canon….confuso, estranho, bizarro, mas é a verdade. Isso tudo foi pra falar que, se o livro é Canon, então todo seu conteúdo é, o que é falado depois disso, pela J.K., deve ser considerado canon da mesma forma, porém com algumas ressalvas, como eu disse anteriormente, levando em consideração a forma e o contexto onde foi falado os fatos “novos”. (ficou muito confuso isso, mas acho que deu pra sacar meu ponto.)
    – Pegou pesado. Concordo com o Renato, não temos uma base pra considerar o filme, mas ela está como roteirista, fica complicado. Acho que dentre o filme e a peça, Cursed Child é menos canon ainda. Pra mim é uma fanfic que vai pro teatro. Se ela falar “É Canon” ai eu vou pensar no caso. Posso mudar de opinião futuramente, mas acho difícil.
    – Jurava que o Igor ia chorar. “Esperava que ela falasse que não é um Harry Potter 8”.
    – O livrinho é mega fino e não se aprofunda em nada, em rpg de HP a gente acha mais informação que nesse livro.
    – Eu nem vou comentar muito sobre Snape, só que da bafo e eu não quero entrar novamente nessa discussão. Já falei muito sobre isso anteriormente, chega de Snape! Mas falando apenas da escolha do nome, migo, menos… perdoar é uma coisa, colocar o nome do cara no teu filho já é demais, foi muito pra qualquer um.
    – Já doei pra Lumos, já mandei e-mail, agora vou encher o saco da JK e da Lumos no twitter pra eles me darem RT ou curtir meu tweet (entendedores entenderão, não aguentei).

    Mais um podcast daora, que me fez rir várias vezes, continuem com a qualidade e com as piadas ^^

  • Thiago Fernando

    Olá! Primeiramente vamos aos esclarecimentos sobre meu comentário referente ao podcast anterior:
    Eu sou brasileiro. A redação ficou meio “aportuguesada” porque como iniciei fazendo um comparativo com Portugal minha escrita acabou acompanhando o pensamento;
    Sim! Sou estudante de Direito;
    Não sou amigo da Nayara, pedi que a chamassem porque foi muito divertido o podcast que ela participou.

    Estando tudo esclarecido (assim espero) comentarei este Podcast n¤ 5.
    Como todos os outros episódios vocês foram brilhantes, penso que todas as colocações foram muito pertinentes e assim me ajudaram bastante fazendo com que eu refletisse melhor sobre as “intervenções” que a J.K. costuma fazer na série Harry Potter, particularmente, me agrada, contudo, os esclarecimentos devem ser dosados para não retirarem a essência da saga ou levá-la a caminhos tortuosos.
    Agradeço por essa é pelas demais discussões. Não tenho muito o que comentar porque vocês foram muito claros e objetivos nas colocações, então aproveito para dizer que quando há convidados os podcasts ficam mais agitados, porém o fato de não haver outras pessoas não prejudica em nada a expectativa que tenho sobre cada podcast dos Animagos.
    Encerro informando que estou ansioso pelo proximo e parabenizando-os por mais um episódio que muito me alegrou.
    Cordial Abraço.

  • Leticia

    Olá pessoal do Animagos!
    Vou começar pelo básico: o podcast está ótimo. Continuem com o bom trabalho.
    Em relação às referências e o detalhe da segunda Salem, não sei bem o que pensar. Tipo, é algo bem família misturado com um assunto mais pesado logo assim, de cara, ainda não sei bem como vão querer encaixar isso tudo mas espero que seja bom o suficiente para termos os outros 2 filmes.
    Já sobre essa maleta… Tô muito curiosa(como todos devem estar) à respeito dessa maleta. Imagine como seria ele abrindo aquilo e os monstros saindo? Ou ele entrando naquele negocio? E ainda tem esse detalhe de talvez ela ser o motivo dessa lei… Vou esperar pelo filme para saber como o nosso treinador de poké… quero dizer, magizoologista Newt vai interagir com essa bendita maleta!
    Queria muito doar para a campanha mas eu precisaria de uma doação para conseguir fazer isso…
    Eu nem posso comentar sobre canon pois, como diz aquela frase de Sócrates, “só sei que nada sei”.
    Estou amando as traduções! Vocês estão fazendo uma ótimo trabalho. Sempre quis saber melhor sobre nossa querida J.K. Rowling e esses textos ajudam muito nisso.
    Com essa declaração da CEO, fiquei pensando que os correspondentes do Pottermore são tipo James Bond: troca de pessoa mas continua sendo a mesma pessoa(?). Mas eu concordo com tudo o que vocês falaram sobre isso. Meio que tirou a graça dos textos.
    Sobre o Snape: nós percebemos quando um personagem é bem construído quando ele causa tretas até já estando morto. E também acho que o Harry colocaria o nome do Snape no filho dele, afinal, Harry é meio idiota mesmo.
    E dessa de dizer que a J.K. não conhece o Snape me lembrou o carinha que mandou o Papa ir ler a bíblia. Muito nada a ver mas me lembrou e eu quis comentar.
    Coisa nada a ver nº 2: ainda quero o livro Hogwarts, uma história.

  • Gustavo Borella

    Olá, pessoal do Animagos, o podcast estava ótimo como sempre. Vocês discutiram assuntos muito bons.
    Enquanto ouvia o podcast, percebi que acabei ficando muito ansioso pra saber sobre a maleta do Newt.
    Nunca tinha ouvido a expressão “Canon”, mas me surpreendi sobre o termo, se a J.K. ficar louca, eu seguiria a fala de J.K. até um certo ponto, tentando dividir entre o que é real e o que é da loucura dela. Mas concordo com o Igor, quero saber tudo sobre esse mundo.
    Quero muito doar para a campanha da Lumus.
    Sobre as traduções das entrevistas que o site está fazendo, estou acompanhando todas, é muito bom ler sobre coisas do passado na qual J.K. passou até conseguir lançar HP e parabéns ao Igor e a toda a equipe pelas traduções, estão ótimas.
    Concordo com tudo o que vocês disseram sobre o Correspondente Pottermore e o site Pottermore.
    Sobre o Harry ter dado o nome do Snape para seu filho, penso que após a Batalha de Hogwats, com tudo o que aconteceu, Harry passou a ver certas coisas de um modo diferente.
    O podcast acabou e fiquei querendo mais, hehe. Ficarei acessando o site todo dia á espera de um novo podcast e comentando nos posts novos.

    Happy Again.