Animais Fantásticos Warner Bros.

Globo fecha acordo com a Warner Bros. na TV aberta

Escrito por Vinicius Ebenau

A Warner Bros. International Television Distribution e a Rede Globo anunciaram nesta última segunda-feira (29) um acordo de exclusividade que traz a programação do canal os mais recentes e bem sucedidos filmes e séries da companhia.

O diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder, declarou:

Esse contrato com a Warner vai trazer mais variedade e bons filmes e séries para a programação da Globo, reforçando nosso compromisso com a TV aberta no Brasil. Os amantes do cinema se beneficiarão especialmente desse contrato porque teremos os maiores sucessos de bilheteria do cinema mundial. Todos os dias, falamos com 96 milhões de pessoas que se envolvem e se divertem com os filmes e séries que exibimos gratuitamente para o telespectador.

Jeffrey R. Schlesinger, presidente da WBITVD, acrescentou:

É com grande prazer que fechamos esse acordo com a Globo. O Brasil é um mercado importante, e ficamos felizes em possibilitar o acesso dos telespectadores a alguns dos melhores filmes e séries de televisão.

Estimado em US$ 15 milhões anuais, o contrato inclui a exibição de filmes como Sniper AmericanoMad Max: Estrada da Fúria e Batman vs Superman: A Origem da Justiça e séries como Gotham, The Flash e Supergirl.

Que nem previamente discutimos, apesar dos direitos de “Harry Potter” na TV aberta estarem com o SBT, a Rede Globo deve exibir “Animais Fantásticos”. A maior audiência significa uma divulgação adicional à trilogia, o que agradaria a Warner Bros. Pictures, visto que a distribuidora parece desesperada focada em invocar o público cinematográfico da série original, com a utilização constante de seus marcantes temas nos trailers de Animais Fantásticos e Onde Habitam, e ao mesmo tempo atrair um novo público, chamando até YouTubers para ações duvidosas de promoção.

A estreia do negócio entre as duas será no final do mês que vem, com a transmissão de O Homem de Aço.

Sobre o autor

Vinicius Ebenau

Vinicius aprendeu com "Harry Potter" a valiosa lição que amigos são uma das coisas mais importantes que existem. Porque, sem eles, não teria pego emprestado a maioria dos livros para ler pela primeira vez. Formado em Cinema e Audiovisual, espera que a J.K. Rowling leia essa bio e dê uma chance a ele, pois faria um trabalho mil vezes melhor que o David Yates.