Animais Fantásticos Harry Potter J. K. Rowling

Rowling fala sobre sexualidade de Dumbledore em “Animais Fantásticos”, sua escrita e mais

Escrito por Vinicius Ebenau

A autora J.K. Rowling esteve presente hoje em uma coletiva de imprensa ao lado dos atores Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Alison Sudol, Dan Fogler e Ezra Miller, o produtor David Heyman e o diretor David Yates em Nova York para promover o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam. Durante a entrevista, ela respondeu várias perguntas importantes sobre o futuro da pentalogia e sobre si própria.

Quando perguntada se Dumbledore seria abertamente homossexual na nova série, ela respondeu:

Bem, estou muito confortável com essa pergunta. Eu gostaria de dizer que, porque esta é, obviamente, uma história de cinco partes, há muitas coisas para se revelar sobre isso. Você vai ver Dumbledore como um homem mais jovem e um homem bastante perturbado. Nós o veremos naquele período formativo de sua vida. No que diz respeito à sua sexualidade, espere por mais novidades.

Rowling também falou sobre voltar ao Mundo Bruxo sem a presença de Harry:

Ora, é verdade que Harry não está no filme porque ele ainda nem nasceu. Mas é o mesmo mundo. E há personagens que você vai conhecer mais a respeito através de “Animais Fantásticos”. Estou sendo tão cuidadosa. Isto é “Potter”. Há uma certa glória em escrever um romance separado em que você pode escrever qualquer coisa que você quiser. Agora estou de volta em território ultrassecreto. Acho que fizemos o melhor trabalho que podíamos. Contei uma história que eu realmente queria contar. Espero que as pessoas gostem.

A respeito de como foi escrever seu primeiro roteiro e como foi seu ensinamento, ela disse:

Eu tinha um livro [sobre roteiro] que nunca havia lido. Ele ficava lá na minha mesa. Eu estava muito envolvida com os roteiros de “Potter”.

Garantindo que ainda escreve livros (“É por isso que pareço tão cansada. Estou escrevendo um livro e um roteiro, atualmente”), a escritora falou sobre como seu trabalho é importante para ela:

Eu preciso fazer isso. Sinto-me estranha se não escrevo. Claramente, não preciso mais escrever. Mas amo muito isso. Pareceria quase uma amputação psíquica se eu não escrevesse. Preciso escrever. Posso escrever em qualquer lugar e a qualquer hora. Escrevi boa parte de um capítulo no vaso sanitário, que era o único lugar onde eu conseguia ter calma e paz. Ontem à noite, eu estava em um clima sombrio embarcando no avião, e pensei: “Preciso trabalhar”. Abri o segundo roteiro e trabalhei nisso. Isso me fez sentir melhor.

Extremamente participativa no Twitter contra o candidato a presidente americano Donald Trump, Rowling preferiu não comentar sobre sua vitória, dizendo que estava lá “pelo filme”. No entanto, assim como foi com “Harry Potter”, ela garante que os temas de Animais Fantásticos e Onde Habitam foram inspirados em eventos atuais.

Foi parcialmente uma denúncia do que observo como uma ascensão do populismo em todo o mundo.

O filme estreia em uma semana, no dia 17 de novembro!

Sobre o autor

Vinicius Ebenau

Vinicius, infelizmente, não consegue se descrever bem. Tem como um de seus maiores sonhos reler Prisioneiro de Azkaban em menos de seis meses, e reassistir o filme sem dormir perto do final.

  • Gisele Oliveira

    Ela parece muito animada e satisfeita em voltar ao universo HP e com o próprio roteiro, fico feliz de vê-la assim, sinal de que coisa boa vem por aí!