J.K. Rowling Website

J.K. Rowling lança nova versão do seu website e responde perguntas

Escrito por Renato Delgado

No auge de sucesso de “Harry Potter”, o site pessoal da autora J.K. Rowling costumava não só ser usado como um canal direto da autora e o seu público leitor, como também um lugar onde ela escondia pistas sobre os novos livros da série e diversas outras informações.

Desde então, o site dela entrou em desuso e passou por uma completa reformulação que modernizou completamente o layout (que antigamente, inclusive, era feito todo em flash), retirando a característica principal dele: ser uma representação virtual do lugar onde ela trabalha, sua mesa sempre lotada, desorganizada e suja, mas absolutamente cheia de conteúdo interessante para qualquer fã de carteirinha na série “Harry Potter”.

Hoje, a autora anunciou a nova mudança, desta vez voltando ao aspecto de mesa de trabalho, mas agora bem mais arrumada devido a um “esforço para as visitas”, como ela menciona no texto de introdução. Mesmo assim, o layout é parecido com o antigo porque esconde diversos links em imagens, como uma folha amassada que leva ao Botão do Desmascaradamento (por enquanto não há nada, mas no futuro provavelmente veremos rumores e notícias sensacionalistas de uma vez por outra desbancadas) ou uma vela que leva à página que fala sobre a instituição de caridade Lumos.

Entre as imagens que compõem a página principal, temos um tablet em que está aberto seu Twitter pessoal (com um link que também leva para a conta de Rowling), um caderno aberto em uma página com anotações sobre O Chamado do Cuco (com um link que leva para uma seção do seu site sobre os livros escritos pela autora), fotos pessoais suas (destacando uma com um de seus cachorros), um papel com anotações sobre “Harry Potter”, uma das páginas do roteiro de Animais Fantásticos e Onde Habitam em uma de suas primeiras versões (trata-se de uma cena estendida da conversa com o duende Gnarlack) e muitos outros objetos misteriosos.

Veja abaixo a tradução completa do texto de introdução, no qual a autora fala a respeito do lançamento do novo website e responde algumas perguntas frequentes sobre o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam (e ainda uma extra sobre Câmara Secreta)!

Sejam bem-vindos ao meu novo website!
Traduzido por Igor Moretto
Revisado por Renato Delgado

Há muito tempo, JKR.com era um cantinho aconchegante da internet onde eu podia compartilhar coisas que estava escrevendo, responder perguntas dos leitores, desmerecer notícias sem base alguma e ser tão séria ou frívola quanto quisesse em qualquer dia. No entanto, quando terminei de escrever os livros de “Potter”, meu site caiu em desuso. Passei alguns anos escrevendo, sem publicar, e aproveitando o silêncio. Há alguns anos, ressuscitei o JKR.com, mas não me conectei muito bem com o novo design, e deu pra perceber, porque eu dificilmente escrevia qualquer coisa pra ele.

Então decidi recomeçar. Queria trazer meu site de volta ao que ele costumava ser: uma coisa real e particular. Essa é uma representação fiel da minha mesa que uso para escrever, mas não coloquei os pedaços de pipoca velha e migalhas de biscoito que geralmente povoam a superfície. Tudo está mais arrumadinho e limpo do que realmente é, mas, no fim das contas, é educado fazer um esforço para as visitas. Os objetos espalhados realmente vivem no meu escritório; alguns têm valor sentimental, alguns são práticos, e outros vieram parar aqui através de amigos e membros da família.

Escrevo em uma sala que construí no meu jardim, em uma mesa igualzinha a essa, com vista para o gramado e as árvores. Membros da família têm que decidir se querem colocar sapatos ou procurar um guarda-chuvas para me encontrar aqui, o que faz com que seja à distância perfeita da casa: não estou acessível o suficiente para ser atrapalhada toda hora que um Nintendo DS é perdido, nem tão inacessível que não possa estar em casa cuidando de uma perna quebrada dentro de trinta segundos.

(Sou casada com um médico, e sim, aceito que ele possa ser a escolha mais lógica para lidar com uma perna quebrada, mas Neil pode estar trabalhando quando isso acontecer. Ou talvez seja a perna dele que quebrou. Tudo bem, aceito que isso não seja totalmente racional: me preocupo demais.)

Aqui você vai encontrar a timeline do meu Twitter, porque o Twitter se tornou um jeito legal de interagir com leitores nos anos em que eu não escrevia no site. Ele também abranda minha sede por fotos de cachorros e lontras, discussões políticas e conexões aleatórias com estranhos, o que é difícil conseguir quando sua profissão requer que você fique sentada sozinha em uma sala por várias horas.

Não esqueci da função de desbancar, o que eu achava tão útil no meu site antigo, apesar de você não encontrar o botão de cara. Você também vai encontrar links para algumas causas e caridades que eu apoio, incluindo minha própria caridade Lumos, e meu fundo de caridade, Volant.

2016 tem sido um dos anos mais ocupados da minha vida profissional. Não planejei para que a peça de teatro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada e o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam saíssem no mesmo ano, mas acabou acontecendo, resultando e uma quase total re-imersão no mundo bruxo. Estou muito encantada com o acolhimento das duas obras: as apostas são muito altas quando você volta para uma criação tão amada, e depois de uma década de recusar spin-offs e remakes, sinto muito alívio que os fãs de longa-data e os que chegaram agora tenham gostado do que fizemos. Pottermore.com, o hub digital do mundo bruxo, faz um ótimo trabalho atendendo àqueles que querem mergulhar mais fundo nesse mundo.

Robert Galbraith, meu alter-ego escritor de crimes, continua ativo, e está trabalhando atualmente no seu quarto livro. Não temos uma data de publicação ainda, uma vez que 2016 foi tão ocupado quanto foi, mas estou fazendo um progresso estável. Os fãs de Cormoran Strike ficarão felizes em saber que as filmagens já começaram para a adaptação para a TV, estrelando Tom Burke como Cormoran e Holliday Grainger como Robin Ellacott.

Com mais quatro filmes de “Animais” vindo, decidi que meu presente de Natal para os amantes de bruxos deveria ser responder algumas das perguntas mais frequentes sobre o enredo da franquia. Também há uma pergunta bônus, uma coisa antiga sobre Câmara Secreta sobre a qual fui perguntada pelo menos uma vez, toda semana, por nove anos.

Espero que sua visita seja agradável, e se eu não te vir novamente antes do fim de dezembro, desejo-lhe um ano novo muito feliz.

Perguntas frequentes (FAQ)
Traduzido por Renato Delgado
Revisado por Igor Moretto

  1. Por que Newt não poderia simplesmente ter aparatado para os EUA? Por que ele precisou ir de barco?

Aparatação é cada vez mais arriscado com distâncias mais longas. Como com a maioria da magia, muito depende da habilidade do feiticeiro: a aparatação requer conhecimento do terreno para o qual o bruxo está se transportando, ou a habilidade de visualizá-lo claramente. Aparatação intercontinental iria quase que certamente resultar em ferimento grave ou morte.

Além do mais, as criaturas na maleta de Newt têm naturezas mágicas diversas. Algumas poderiam ter aparatado com ele, mas outras não.

  1. Por que Newt passou pela alfândega não-maj?

Ele estava transportando criaturas mágicas em um tempo em que isto era ilegal. Não-majs seriam mais fáceis de serem enganados do que a barreira alfandegária bruxa.

  1. Por que Newt não usou Accio para recuperar todas as suas criaturas?

Accio só funciona em objetos inanimados. Enquanto pessoas ou criaturas possam ser indiretamente transportadas quando se usa Accio em objetos os quais eles estão usando ou segurando, isto traz consigo todo tipo de risco devido à probabilidade de ferimento à pessoa ou à criatura ligada a um objeto viajando próximo à velocidade da luz.

  1. Por que Veritaserum não é usado em interrogatórios?

É, mas bruxos peritos podem evitar seus efeitos usando antídotos e feitiços. Um oclumente talentoso também poderia resistir a um Veritaserum.

  1. Por que Revelio desfez os efeitos da Poção Polissuco?

Não desfez. A transfiguração de Grindelwald supera a da maioria de bruxos, então ele usou um feitiço, não uma poção, para assumir a aparência de Percival Graves.

  1. Por que Harry Potter não desenvolveu um Obscurus?

Um Obscurus é desenvolvido sob condições bastante específicas: trauma associado ao uso da magia, ódio internalizado por um bruxo de sua própria magia e uma tentativa consciente em suprimi-la.

Os Dursleys tinham muito medo da magia para reconhecer sua existência a Harry. Enquanto Válter e Petúnia tinham uma esperança confusa de que, se eles fossem desagradáveis o suficiente com Harry, suas estranhas habilidades poderiam, de alguma forma, evaporar, eles nunca o ensinaram a ter vergonha ou medo da magia. Mesmo quando ele era retalhado por “fazer coisas acontecerem”, ele não fazia nada para tentar suprimir sua natureza verdadeira, nem imaginava que tinha o poder para fazer isso.

E, finalmente, uma antiga mas sempre favorita…

  1. Por que a Horcrux dentro de Harry não foi destruída quando ele foi mordido pelo basilisco em Harry Potter e a Câmara Secreta?

Uma Horcrux só pode ser destruída se seu recipiente for danificado sem possibilidade de conserto. Harry foi curado por Fawkes. Se ele tivesse morrido, a Horcrux teria realmente sido destruída.

P.S.: Estou recebendo todo tipo de pergunta excelente sobre Animais Fantásticos que não posso responder agora, porque as perguntas entregariam muito das tramas futuras. Se sua pergunta não estiver aqui, você provavelmente pode supor que será respondida nas sequências!

Sobre o autor

Renato Delgado

Corvinal de coração, Renato se envolve com sites de "Harry Potter" há mais de dez anos e ainda não se cansou deles! Formado em Letras e quase mestre em Linguística, trabalha com revisão de textos e tradução de filmes e séries de TV.

  • Gisele Oliveira

    A pergunta 4 sempre deu nó na minha cabeça. As perguntas 1 e 5 eu já tinha feito suposições que agora se mostraram corretas 🙂

  • Gustavo Borella

    Adorei o novo site, muito mais dinâmico.