Harry Potter

Prequência de Harry Potter é roubada na Inglaterra

Escrito por Bruno Alves

A curta prequência oficial de “Harry Potter” escrita por J.K. Rowling em 2008 foi roubada de uma propriedade em Kings Heath, subúrbio de Birmingham, na Inglaterra. De acordo com a policia local, o assalto ocorreu entre 13 a 24 de abril e, além do manuscrito, joias também foram furtadas. O policial Paul Jauncey, que está cuidando do caso, declarou:

As únicas pessoas que comprarão esse exemplar único são verdadeiros fãs de “Harry Potter”. Nós pedimos que qualquer um que veja ou seja abordado para comprar este item procure a polícia.

Rowling comentou o caso no Twitter e pediu que os fãs não o adquiram.

POR FAVOR NÃO COMPRE ISSO SE TE OFERECEREM. Originalmente leiloada para a @englishpen, o dono apoiava a liberdade dos escritores ao dar seu lance.

O dono do manuscrito, que o arrematou por £ 25.000 e que desejou que apenas seu primeiro nome fosse noticiado, Hira, disse à BBC News que ele era “inestimável” e tinha o potencial de levantar mais dinheiro para boas causas, caso fosse vendido novamente legitimamente.

Eu não acho que quem o tomou ou roubou ou quem poderia comprá-lo realmente entende os benefícios para as pessoas lá fora, o que ele pode fazer. Se eu puder recuperá-lo, ficarei muito feliz, porque eu só vou fazer coisas boas com ele. Se ele for destruído ou perdido, é uma grande perda.

Hira contou que leu somente um dos livros de “Harry Potter”.

A história, leiloada em junho de 2008 e sem título, foi escrita à mão por J.K. Rowling em um cartão A5 e possui cerca de 800 palavras. Nela, Tiago Potter e Sirius Black são abordados por dois policias trouxas três anos antes do nascimento de Harry.

Sobre o autor

Bruno Alves

Apaixonado por "Harry Potter" e cultura pop em geral, Bruno é estudante de Publicidade e Propaganda. Tentando se encontrar no meio da comunicação social, ele usa seu tempo escrevendo histórias, assistindo filmes, tomando café e falando do Mundo Bruxo.