Elenco Os Crimes de Grindelwald

Os Crimes de Grindelwald poderá ter criatura folclórica parecida com sereia

Escrito por Renato Delgado

Além da revelação de personagens descritos como acolytes, a página do elenco de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald no IMDb listou outra descrição bastante curiosa que nos dá mais uma ferramenta para tentar compreender a trama do filme.

Uma atriz irlandesa chamada Olwen Fouéré estará no longa num papel descrito como “Melusine”. Possivelmente, esse nome não lhe soa familiar, a não ser que você tenha um conhecimento vasto a respeito do folclore europeu.

Atriz Olwen Fouéré. Ela é branca, tem cabelos brancos bastante longos, olhos azuis. Aparenta ter idade avançada.

A melusina é uma criatura do folclore de toda a Europa que lembra um pouco as sereias porque também pode ser representada como uma mulher com corpo de peixe da cintura para baixo. Entretanto, também é comum vê-la sendo representada como metade mulher e metade serpente.

Ela também é frequentemente representada com asas, duas caudas, coroa (devido a sua origem nobre) ou as três coisas, e, por vezes, mencionada como sendo uma nixie, espírito aquático do folclore alemão e escandinavo que pode mudar de forma.

Comparação entre o logo do Starbucks e um desenho antigo de uma melusina. O logo do Starbucks tem o fundo verde, é completamente circular e tem um desenho de uma mulher em cor branca. Ela está olhando para a frente, tem uma coroa com uma estrela na ponta e duas caudas, que estão dos lados da imagem. Ela segura as caudas com as mãos. No desenho antigo, vemos praticamente a mesma coisa: uma mulher-peixe segurando duas caudas com a mão e uma coroa na cabeça.

Já parou para pensar por que a sereia do Starbucks tem duas caudas? Porque, provavelmente, ela é uma melusina, e não uma sereia.

A lenda

De acordo com a lenda contada pelo trovador Jean D’arras no século XIV, o rei Elinas, da Escócia, conheceu uma dama bonita na floresta, a fada Pressina. Encantado pela sua beleza, ele a persuadiu a se casar com ele. Finalmente, ela aceitou o pedido de casamento, mas apenas sob a condição de que ele prometesse nunca entrar em seu aposento enquanto ela estivesse dando à luz seus filhos ou dando banho neles.

Ansioso por finalmente ter a mão da fada, ele aceitou e o casal acabou tendo trigêmeas: Melusina [Melusine, em inglês, ou Mélusine, em francês], Melior e Palatina. No dia em que as filhas nasceram, transbordando de felicidade Elinas correu para vê-las, quebrando a promessa. Por essa razão, Pressina fugiu com as três filhas para Avalon. Aos 15 anos, Melusina perguntou à mãe qual tinha sido o erro do pai e, ao descobrir, a jovem começou a nutrir um desejo de vingança pelo rei.

Ela se juntou às irmãs, sequestraram o pai e o prenderam numa montanha, o que deixou sua mãe de coração partido. Como punição, sua mãe a condenou a se transformar em serpente da cintura para baixo todo sábado até o dia que ela conhecesse um homem que aceitasse se casar com ela sob a condição de nunca vê-la no sábado.

O príncipe Raimundo de Antioquia [Raymond, no original] conheceu a jovem e se apaixonou perdidamente por ela em uma de suas passagens por uma floresta francesa. Ele a pediu em casamento e ela aceitou sob a condição de nunca vê-la no sábado. Apesar do amor mútuo, o casamento era repleto de tristezas, como o fato de seus filhos terem nascido com deformidades. Em uma noite de sábado, Raimundo quebrou a promessa, vendo-a sob a forma de mulher-serpente.

Ilustração antiga. Nela, vemos Melusina tomando banho em uma banheira. Nesta versão, ela é metade serpente da cintura para baixo. Ela é observada por Raymond através de uma fresta na parede.

Ela acaba perdoando-o, mas enquanto discutiam, ele a xinga de “serpente”, culpando-a por ter “estragado a família”. Muito chateada, Melusina o abandona e seu espírito começa a voar, anunciando morte e chorando quando uma tragédia está para acontecer.

Ilustração antiga em que vemos Melusina saindo do castelo. Nesta versão, ela tem asas.

Em algumas versões, Melusina cria asas, descritas como de dragão, apenas no momento da fuga.

Criatura folclórica ou apenas inspiração?

Os fãs que estão familiarizados com a Maledictus provavelmente percebem uma ligação entre esses dois conceitos, já que a personagem da Claudia Kim sofre de uma “maldição de sangue” que faz com que ela se transforme em um animal (e muitos fãs apostam que ela seja a mulher-serpente, uma das atrações do circo Arcanus).

Contudo, a dúvida que não quer calar: Melusine (ou Melusina, como possivelmente o nome será traduzido para o português) será o nome de uma personagem apenas inspirada na lenda ou será uma figura mitológica que aparecerá no filme, como o leprechaun (criatura mágica inspirada no folclore irlandês que existe no universo de “Harry Potter”)?

Ainda que seja uma personagem apenas inspirada na lenda, é importante lembrar que J.K. Rowling não costuma nomear suas criações com nomes inspirados em personagens ou fatos que remetem ao mundo real sem estabelecer uma ligação visível entre essas coisas. Isso aconteceu com Sibila Trelawney (“sibila” é um termo da mitologia greco-romana e é um grupo de mulheres que possuem poderes proféticos), Remo Lupin (Remo é um dos irmãos que fazem parte da criação de Roma e reza a lenda que foram encontrados por uma loba; “lupin” vem do latim “lupus”, lobo) e tantos outros.

Qual é a sua aposta? Deixe aí nos comentários!

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald estreia no Brasil no dia 15 de novembro deste ano.

Sobre o autor

Renato Delgado

Corvinal de coração, Renato se envolve com sites de "Harry Potter" há mais de dez anos e ainda não se cansou deles! Formado em Letras e quase mestre em Linguística, trabalha com revisão de textos e tradução de filmes e séries de TV.